Entenda como funciona a taxa de administração do consórcio

Entenda como funciona a taxa de administração do consórcio

Uma das principais preocupações dos interessados em adquirir um consórcio é a respeito da taxa de administração consórcios. Há muitas dúvidas em relação ao assunto, principalmente porque é comum confundi-la com juros.

Esse tipo de desinformação pode acabar afastando alguns clientes potenciais e, por isso, é fundamental ter a correta compreensão do assunto. Confira, neste artigo, tudo o que é preciso para conhecer melhor a taxa de administração do consórcio!

O que é a taxa de administração do consórcio?

A taxa de administração do consórcio é um instrumento pelo qual a empresa que faz sua administração é remunerada. É essa administradora que tem a responsabilidade de garantir que as pessoas que possuem cotas possam acessar os bens em questão.

É um valor de estrutura bem simples, pois tem percentual fixo definido no momento da contratação. Ele incide sobre a prestação ao longo de todo o período de relacionamento, sem que haja surpresas para o contratante, ao contrário do que acontece em casos de empréstimos e financiamentos, em que os juros são compostos.

É essa taxa que assegura o consorciado quanto aos serviços prestados pela administradora. Eles incluem assistência, em geral, gerenciamento do grupo, informações aos participantes, transparência e segurança no cumprimento do contrato.

O interessado deve fazer uma avaliação do valor dessa taxa e do seu custo-benefício. É preciso ter cuidado com empresas que cobram valores muito baixos, mas que não têm referências no mercado.

Como se calcula essa taxa?

O cálculo da taxa de administração do consórcio é bastante descomplicado. É preciso estar ciente a respeito do valor nominal da taxa, ou seja, do número que está estabelecido no contrato: normalmente, 10%, 15% ou 20%. Também conhecer a quantidade de parcelas do consórcio.

De posse dessas duas informações, basta fazer uma divisão direta entre elas. Como exemplo, pense um consórcio com taxa de 10% e 20 prestações. 10 dividido por 20 é igual a 0,5. Então, a incidência será de 0,5% em cada mensalidade paga.

Nessa mesma situação, imagine que o valor total do bem seja de 10 mil reais. Em 20 prestações com a taxa de administração de 0,5%, o valor da taxa paga em cada mensalidade será de 50 reais, totalizando a prestação em 550 reais.

Com esses dados, também é possível calcular a taxa de administração do consórcio paga no total, ao final do período. Se você paga 50 reais de taxa por mês, ao final de 20 prestações terá pagado mil reais de taxa.

Quais as principais vantagens?

Pense no mesmo exemplo: um bem com valor de 10 mil reais. Agora, vamos imaginar você em uma situação de financiamento, pagando as mesmas 20 prestações. Com uma taxa de juros de apenas 1% ao mês, cada prestação seria de 574,77 reais. Quase 25 reais mais caro por mês do que o consórcio. No total, seriam 495,40 reais a mais!

Além do custo total que geralmente é mais baixo do que o dos financiamentos, os consórcios têm outras vantagens. É uma forma de comprometimento forçado, bastante indicada para quem não tem hábito de poupar, pois viabiliza a realização de sonhos de consumo num prazo maior.

É exatamente porque o acesso ao bem acontece no futuro que o custo é mais baixo. Para quem dispõe de certo montante em dado momento, também é possível dar um lance e antecipar a contemplação.

O consórcio é uma excelente opção para quem quer adquirir bens de forma planejada, principalmente por seu custo-benefício. A taxa de administração do consórcio é o que viabiliza sua gestão, garantindo para todos os participantes a segurança ao contratar.

Gostou deste conteúdo? Continue nos acompanhando e aproveite para saber como funciona o consórcio de serviços!

Deixe uma resposta

Este blog foi elaborado com objetivo de apoiar o seu processo de desenvolvimento em vendas de consórcios Rodobens. Aqui você encontrara as informações necessárias para aumentar suas vendas de consórcios Rodobens.

Nosso objetivo e oferecer autonomia para que você escolha os momentos mais adequados para acessar estes conteúdos, adaptando a sua disponibilidade de tempo e ritmo de aprendizagem.

Lembre-se de que o processo de aprendizado não acaba aqui: reveja esse material ou retorne ao curso quantas vezes forem necessárias. O importante é que você consiga aumentar as suas vendas e ganhos.